[Resenha] Os cinco do ciclo - Elias Flamel

abril 12, 2018



Os Cinco do Ciclo ● Elias Flamel ● 2017 ● Fantasia ● 556 Paginas  ●  Classificação: 5/5 ● Compre: Amazon

Yosef de Keltoi. Presenteado na infância, por uma de suas mães, com um tesouro de muitas páginas. Cresceu com pouco, encontrou o seu amor e ao lado dela teve que instigar uma revolução entre trabalhadores do campo. Sua vitória não foi perfeita, pois falhou contra os deuses que tanto venerava. Assim, o líder de uma vila pequena, e quase oculta entre os quatro cantos do mundo, vive o começo da sua velhice. Não reclama de ter vivido muitos ciclos e é servo de um império que pintou de rubro nações que ousaram ser grandes. Sempre preocupado com o seu povo e com a sua família. Qual vem primeiro? É uma pergunta que necessita de tempo e páginas para ser respondida. Hitalo, o mais velho dos seus filhos, exige mais firmeza com os homens do campo. No auge da juventude, o divertido e criativo Yohan deseja provar para o seu pai que é um homem feito. Morgiana, companheira de luta, enxerga muito além do que os olhos podem ver e deseja alertar o seu amado Yosef a respeito de algo muito difícil de fugir. Yosef parte para Numitor, sua viagem tem como destino a capital de todo o império, lar dos homens de togas brancas que praticam um culto conhecido pelas eras. E esses mesmos homens possuem legiões em seu poder. Era para ser somente mais uma viagem dos tributos, mas o homem comum ouve boatos que colocam em risco o seu lar, a sua cultura e as suas crenças. Uma ajuda é mais que necessária, mas aqueles que são os mais poderosos e dotados de uma sabedoria milenar começam a pedir socorro. Só Yosef, o líder, pode salvar o que tanto ama. Ao tentar, é exposto o seu passado manchado, ele reencontra velhas amizades e conhece desejos guardados dentro do peito de um dos seus filhos. Sua vontade de ter o que tanto deseja fará Yosef se embrenhar pelas ruas do império. Será preciso conviver com ladrões, fardados de rubro, uma sociedade que ama a prata e o ouro e terá de lutar até mesmo contra a fúria da natureza.

Em os Cinco dos Ciclos acompanhamos a história de Yosef, um senhor de idade, líder de uma vila que carrega o nome de Keltoi e possui uma forte ligação com sua religião. Keltoi faz parte do império de Numitor, logo o vilarejo de Keltoi deve pagar um tributo bem alto em forma de centeio – fruto que todos vivem dessa colheita. Yosef sempre buscou a paz, a serenidade, portanto sempre seguiu os mandamentos de seus deuses.

Em uma de suas viagens para a entrega do centeio, Yosef escuta boatos que o deixa apreensivo para em relação com seu povo, então após as celebrações da colheita, Yosef resolve expor suas preocupações com o conselho. E é nesse ponto que a história ganha vida. Yosef precisa retornar ao império para ajudar o seu povo, mas ele não imaginava que colocaria sua própria vida em riso e lidaria com coisas injustas que ele nunca havia lidado.

“Sei que a mudança acontece ciclo após ciclo, sei que as pessoas mudam. Todos dizem que ele já começou, mas ninguém me informa quais são as novas regras”.

Os cinco do ciclo é um livro que me chamou muito a atenção através da sinopse, pois foge um pouco do que sempre leio, e isso me tirou da zona de conforto, mas me fez lembrar de como a fantasia é algo que deixa a nossa mente leve de tanto viajar.

Apesar de extenso, não tive dificuldades durante a leitura, alias, os pensamentos de Yosef são tão brilhantes que eu me perdia e me imaginava conversando com ele, que é muito sábio por sinal.

Elias Flamel é um daqueles autores que sem duvidas tem uma carreira brilhante e um mundo para conquistar, um nacional que eu aplaudo. Escreve com maestria e faz o leitor viajar dentre mundos diferentes e se perder em cada trecho do livro. Adorei a história e to aqui querendo mais! Recomendo demais a leitura.

“— Para o preocupado homem, eu tenho o conforto: Fez a sua função como líder. Como realizei a minha como conselheiro. Destino nos controla, os deuses nos protegem e seguimos nossos ciclos.”

Você pode se interessar também

1 comentários

  1. Gostei da sua resenha, ainda não conhecia esse livro!

    http://submersa-em-palavras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Siga me os bons!

Me Segue aqui também

@resenhasecafe