Resenha: Pecadora - Nana Pauvolih

novembro 09, 2017


Autora: Nana Pauvolih| Editora: Essencia| Gênero: Romance/Jovem Adulto| Páginas: 506| Ano: 2017


Sinopse: Todos nós éramos pecadores. Somente uma coisa diferenciava um pecador: as escolhas. Saber o certo e escolher seguir pelo caminho errado em vez de fazer o que era correto. Fechei os olhos. Apesar de tudo que tinha feito naquela noite, não me arrependi.
Era pecado, era perdição, mas também era mais do que eu já tinha sonhado em ter. Entre a rígida criação religiosa e o desejo que sempre a consumiu, Isabel precisa se encontrar.
Casada há quatro anos com Isaque, seu namorado de adolescência, a jovem sabe que a relação está longe de ser satisfatória. Mas é só quando Isaque fica amigo de Enrico, um publicitário solteiro e bem-sucedido, que a situação começa a ficar insustentável. Agnóstico, sem amarras e cheio de mulheres, Enrico é tudo o que Isabel acredita rejeitar, mas ela não consegue deixar de se sentir interessada pelas histórias que o marido conta dele. Para piorar, ela consegue um emprego na agência dele, e agora terá de passar os dias ao lado do homem que traz à tona seus sentimentos mais proibidos. Neste novo romance, Nana Pauvolih, uma das maiores autoras de romances eróticos do país, mostra que o certo nem sempre precisa ser aquilo que é imposto, e sim aquilo em que se acredita.


Resenha: Com a narrativa intercalada entre os personagens, somos apresentados a Isabel e sua rígida família – seu pai, um pastor rigoroso com a palavra de Deus, sua mãe submissa ao seu pai e suas duas irmãs mais velhas Ruth e Rebeca. Ruth já havia se casado e tinha filhos, vivia como a mãe, submissa ao marido, Rebeca no auge dos seus dezoito anos não permitia ser tratada da forma com que seu pai a tratava, e Isabel tinha apenas dezesseis anos e não sabia o que sentir. Amava sua irmã Rebeca e a admirava por tudo que fazia, mas como fora criada desde muito jovem na igreja, Isabel tinha medo de ser castigada por Deus por qualquer pé errado que colocasse na calçada. Rebeca enfrentava os pais pois não queria seguir as doutrinas da igreja – casar-se com alguém que seus pais escolherem, usar roupas que tampassem do pescoço aos pés, não usar maquiagem, ser submissa ao marido, frequentar a igreja, ou seja, seguir ao pé da letra todas as palavras de Deus, não pecando. Com isso, Rebeca engravidou e foi expulsa pelos pais de casa. Seus pais temiam que Isabel se rebelasse então quando a jovem completou dezoito anos, cheia de desejos, seus pais a obrigaram casar com um rapaz da igreja que aceitavam, mas Isabel queria mais, sempre quis. Pecava em silencio quando ninguém via, e em sua mente desejava coisas que eram proibidas. Após quatro anos de casada, insatisfeita e infeliz com sua vida, Isabel conhece Enrico por intermédio de Isaque, seu marido. Enrico se sente atraído por Isabel desde quando a vê pela primeira vez e o sentimento foi recíproco, e tudo se torna uma avalanche quando Isabel começa a trabalhar para Enrico, os dois não se aguentam e Isabel trai Isaque. Após esse episodio, ela reencontra sua irmã desaparecida, e com ela toma forças para anular seu casamento, sabendo de toda rejeição que aguentaria de seus pais, e de toda comunidade. Isabel sabia que queria Enrico, mas sabia também que pagaria um alto preço na terra, com Deus, e com sua consciência que a dilacera em cada passo que acredita estar pecando. Será que Isabel conseguira seguir seu caminho e ser feliz? E enrico, aceitara a jovem Pecadora em sua vida? Eu recomendo muito a leitura, pasmem em saber que eu ainda não havia lido nada da autora. Mas já estou me perdendo em outros livros da mesma que conta historias envolvendo o leitor em cada parágrafo!!!  

Você pode se interessar também

0 comentários

Siga me os bons!

Me Segue aqui também

@resenhasecafe