Resenha: Crônicas das Terras Esquecidas - Mateus Lins (organizador)

setembro 06, 2017



Autores: Alessandra Gordo, Daguito Rodriguês, Elissa Ferrer, Felipe Cosme, Gabriele Gomes, Heráclito Pinheiro, Jéssica Nayara, Lhaisa Andria, Marih Macar, Mateus Lins (organizador), Matheus Viana, Natália Coelho, Rodrigo Passolargo, Rosi Monteiro e Tyanne Maia| Editora: Modo| Gênero: Crônicas| Páginas: 128| Ano: 2017| Classificação: 5/5| Compre: Editora Modo

Sinopse: ”Os velhos sábios já diziam que, se uma terra entrasse no esquecimento, sua existência não faria mais sentido, então para os deuses, não valeria a pena mantê-la viva”. Na época das grandes navegações, um navio inglês liderado pelo bravo capitão Wiliam Morgan cruza os mares na missão de encontrar um dos maiores tesouros que a humanidade já ambiciou. Em meio a jornada a tripulação cai em uma das cachoeiras do fim do mundo e desembarca em uma terra nova, repleta de enigmas que levarão as mentes mais sóbrias a insanidade. O navio atraca nas Terras Esquecidas. Nessa antologia, estão reunidos quinze contos de autores que se aventuram a bordo dessa expedição que ultrapassa as fronteiras geográficas. Junte-se a eles e prepare-se para encontrar o medo, decifrar mistérios, suportar conflitos que transcendem a própria natureza humana e embarcar em uma viagem só de Ida as Terras Esquecidas.
Resenha: O livro reúne quinze crônicas de tirar o fôlego, dividido em duas partes – PARTE1 Relatos perdidos de uma viagem sem fim; que contam as crônicas de tripulações, como elas foram parar nas Terras Esquecidas, ou o que estavam fazendo em outro local. Como sobreviveram e se sobreviveram. e PARTE 2 Enigmas de uma terra nova que nos permite conhecer mais sobre as Terras Esquecidas e o que habitava nas florestas ao redor. Ambas são abordadas de formas diferentes, mas com o mesmo intuito, elas envolvem as histórias de embarcações durante viagem as Terras Esquecidas, envolvendo magia, alto mar, mistérios e muitas, muitas aventuras inimagináveis. As embarcações nos permitem navegar junto a eles, e desvendar lado a lado os mistérios mais tenebrosos que existem por lá. Durante as viagens, muitas embarcações foram naufragadas, muitas pessoas morreram e muitos tiveram medo. Os deuses não permitem que uma Terra continue a ser habitada se, se torna esquecida. A viagem para as Terras Esquecidas é só de ida, mas será que as Terras Esquecidas continuam por lá? Vem descobrir os mistérios dessas Terras!
A proposta do livro é muito convidativa, seu organizador é Mateus Lins. Todos os autores das crônicas são pequenos autores – e ótimos, que estavam em busca e sonham com uma primeira publicação. Eu ainda não havia lido um livro de crônicas assim e com essa temática, mas estou maravilhada até agora, perdi as contas de em quantos navios andei e quanta água eu vi. A leitura me fez viajar além do que minha imaginação chegou um dia permitir. É maravilhoso a forma com que os autores conseguiram me envolver nas crônicas. A Editora Modo fez um excelente trabalho com o livro. A capa esta linda, e eu sempre fico encantada com os pequenos detalhes nas folhas e o cuidado e carinho com que fizeram. Todos os livros da Editora sempre me ganham não somente pelos autores maravilhosos que eles trabalham, mas também pelo carinho com o leitor. Recomendo muito o livro para quem gosta de sonhar e viajar sem limites, e as vezes é só disso que precisamos para relaxar, uma viagem só de ida para conhecer as Terras Esquecidas. 

Você pode se interessar também

1 comentários

  1. Menina do céu, que capa é essa! Haha, eu leria super só por ver essa capa.
    Agora estou lendo A breve segunda vida de Bree Tanner, da Stephenie Meyer, breve, breve, faço resenha no blog.
    Beijinhos ♥

    ResponderExcluir

Siga me os bons!

Me Segue aqui também

@resenhasecafe