Resenha: Toma-me - Lysa Moura

agosto 16, 2017


Autora: Lysa Moura| Editora: Sonho de livro| Gênero: Romance Adulto (+18)| Páginas: 420| Ano: 2017| Classificação: 5/5 +



Sinopse: Ela não tem nada. Ele tem tudo. Ela morava na rua. Ele em uma mansão. Ela é quente. Ele é frio. Ela tem coração. Ele não. Ela precisa ser amada. Ele precisa amar.Ela estava no fundo do poço. Ele a salvou. Mia Black perdeu tudo que tinha, agora morando na rua, ela faz de tudo para sobreviver, seus sonhos foram despedaçados, sua vida foi se desmoronando até que nada lhe sobrasse, apenas a dignidade. Ela sabe quais são os seus limites e até onde ela pode ir para viver. Perdida em um mundo onde só sobrevive quem for mais forte, Mia aprende que a confiança é a única coisa que ela pode ter e que quando você realmente confia em alguém, esse alguém pode ser seu porto seguro. Mas o que é preciso passar para poder confiar? Connor Willians é um homem frio que não mede esforços para conseguir o que quer, e também não tem pena de nada, nem ninguém, e para ele é; se você quer algo corra atrás, se não morra de fome, até que tudo o que ele acreditava se perder em uma simples e bela moradora de rua.

Resenha: Com a narração intercalada entre os personagens, somos apresentados a Mia Black, uma garota que perdeu os pais em um acidente de avião, e com o pouco de dinheiro que tinham, pagou as contas que eles haviam deixado. Aos poucos seus amigos vão se afastando, e ela se vê obrigada a largar sua faculdade. Sem casa para morar, e sem amigos para ajuda lá, Mia passa três anos de sua vida, morando nas ruas de Seattle, não consegue um emprego e tem em sua bagagem apenas uma mochila, algumas peças de roupas, seu ursinho – Mrs Summer, e um curso de fotografia. Certo momento, após tomar um banho em uma casa para desabrigados, Mia resolve sair a procura de comida, pois se lembra que esta a dois dias sem comer. Entrando em um restaurante qualquer, para na primeira mesa em que seu cérebro a conduz, onde dois amigos estão jantando, e a primeira coisa que menciona é “Vocês poderiam pagar um jantar para mim, ou pedir para embrulhar as sobras para eu comer depois?”, Henry o cara bondoso, coração meloso, galã apaixonado, fica vidrado e não consegue responder, Mia tem sua resposta da forma mais dolorosa, Connor, o coração de gelo, ogro, galã do coração frio a responde da forma mais grossa possível. Mia, envergonhada pede desculpas e vai embora. Após Henry repreender Connor em relação a maneira que a garota foi tratada, ele resolve ir atrás dela, sendo impedido por Connor, que resolve tomar as dores e pagar um jantar a garota. Por sorte ou destino ele chega ao beco no momento exato em que deveria chegar Mia, estava em apuros. Após pagar o jantar para ela, Connor vai ate a cozinha, e pede para preparar uma marmita para ela levar, mas quando retorna a mesa, Mia já havia ido embora. Ele sai a sua procura junto de seu segurança Oliver e a encontra em outro beco, agora dormindo profundamente, abraçada ao Mrs Summer. Seu sono é tão pesado que ele a leva para sua casa, a troca de roupa e coloca para dormir, e Mia só percebe quando acorda no outro dia. Connor tem uma mansão e sofreu muito com um ex amor, mas com pena da menina, ou seria apaixonado por ela? Resolve dar o cargo de governanta da casa para Mia. Com o salário que recebia de seu emprego na casa, Mia começa a tirar fotos, monta um blog para vende lás e abre um estúdio de fotografia. Sua amizade com Henry é cada vez mais forte, e ele a ajuda a crescer profissionalmente. No meio de toda essa trama Connor se vê cada dia mais apaixonado por Mia, e o sentimento é recíproco, eles apenas não encaravam isso. Após algumas boas brigas, desentendimentos, beijos e muito amor, eles resolve engrenar a relação. Connor conta sobre seu passado amoroso a Mia, e o porquê de ter sofrido tanto. Mia conta sobre seu estúdio, e como esta crescendo profissionalmente. Tudo ia muito bem, ate que o ex amor de Connor – Olivia, volta para atormenta – lós. Olivia é uma garota que também perdeu os pais muito cedo, e culpa Connor por isso, mas ele descobre isso apenas muito tarde. A intenção de Olivia é apenas se vingar, e deixar Connor sozinho, sem nada e ninguém no mundo. Para isso, ela arma contra Mia, e Connor – acreditando em Olivia - a abandona, e nesse momento Henry esta lá para ajuda – lá, Mia tem uma forte amizade com Anne, secretária de Henry e mulher pelo qual ele é apaixonado. Mia descobre que esta grávida e Anne e Henry estão ao seu lado em cada segundo. Connor resolve adotar duas crianças – Millena e Pedro. Mas será que ele consegue? Sera que Mia vai perdoar Connor? Mas e Olivia? O que houve com Olivia? Ela arma muita sujeira durante a gravidez de Mia. Será que Mia consegue seguir com sua gravidez? Convido-te a descobrir sobre essa história maravilhosa, vem descobrir o final magnífico de todos.
Preciso dizer que esse livro me ganhou com todas as forças. Connor é um ogro, agressivo e frio. Mia é companheira, amorosa e apenas uma garota que sofreu muito na rua. A melhor parte de todas, é que conseguimos sentir o sofrimento de Connor quando descobrimos o porquê dele ser assim, e quando ele começa a amar, a sofrer pelo amor de Mia e se transformar na melhor pessoa do mundo. Mia é uma personagem extremamente forte guerreira e que corre atrás do que quer, sofreu muito na vida, por isso tem um sentimento diferente em relação as pessoas, ela realmente as valoriza e por isso consegue transformar a vida de todos. Millena e Pedro são duas crianças que me fizeram querer ter aqui comigo, é contagiante a inocência dessas crianças abandonadas. A história é desenvolvida sem rodeios, a autora focou no que quis e acaba envolvendo o leitor, querendo saber o desfecho todo da história. Olivia é uma personagem psicopata – serio, porque não vejo outra explicação –  entendo os motivos de sua vingança, mas mesmo assim. Teve momentos de puro ódio por ela, momentos estes que queria esbofetear a cara dela, mas confesso que no final, tive foi pena, muita pena. Henry me ganhou de todas as formas, foi o primeiro personagem pelo qual me apaixonei, apoio demais ele e Anne. Vejo Oliver como um super protetor de toda família, sempre pronto para ajudar por boa vontade. Eu recomendo muito essa leitura. O livro é tão bom que não demorei mais que dois dias para ler. A edição esta maravilhosa, a Editora Sonho de Livro caprichou muito, as folhas são decoradas e as letras em um tamanho maravilhoso. A revisão também, pois não encontrei erro nenhum <3. Ah, o livro tem continuação, e se chama Eu amo meu chefe, onde vamos conhecer Anne e Henry, estou super curiosa, e já comecei a ler!!




Você pode se interessar também

6 comentários

  1. Que história linda, me apaixonei, onde posso encontrar, preciso pra ontem. Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Regi, você pode adquirir no site da própria editora! Deixei o link abaixo da minha opinião 😊😊

      Excluir
  2. Só no inicio da sua resenha já estava curiosa! Mia me parece sofrer bastante neste livro. Fiquei super curiosa! Colocando na minha lista em 3, 2, 1!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ela sofre, mas a recompensa no final é gratificante!

      Excluir
  3. Parece mesmo uma história de ler em 2 dias, haha, evolvente né!
    Sabe se tem no kindle? Ou disponibilizado em alguma versão digital?
    Pesquisando na internet, vi que tem o livro 3!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii Klissia
      a versão para o kindle é essa aqui https://www.amazon.com.br/Toma-me-Lysa-Moura-ebook/dp/B01DGYM0E0
      Sim, ate o livro, esse é primeiro. A resenha do segundo sai em breve.

      Excluir

Siga me os bons!

Me Segue aqui também

@resenhasecafe