Resenha: Mãe de UTI amor incondicional - Maria Julia Miele

agosto 27, 2017


Autora: Maria Julia Miele| Editora: Terceiro Nome| Gênero: Biografia| Páginas: 176| Ano: 2004| Classificação: 5/5| Compre: Amazon


Sinopse: Em 'Mãe de UTI - amor incondicional', Maria Julia Miele descreve suas experiências e sensações, no período em que acompanhou seu bebê enfermo. Ela relata situações dramáticas e dolorosas, como quando recebeu a notícia da doença em sua gestação, suas diversas tentativas para salvar a vida de seu bebê até os momentos mais trágicos. 

Resenha:  Maria Julia, uma mulher guerreira, batalhadora, esposa querida e mãe amada. Casada e com um filho, Maria Julia estava sempre viajando e se especializando nas técnicas de massagens chinesas. Descobriu em certo dia sua gravidez, e como toda mãe sonhadora sempre quis o melhor para sua gestação, e em uma das consultas de pré-natal, desconfiaram então de que a criança seria portadora de uma síndrome, a síndrome de down. Após muito medo e aflição, constataram então que não poderia ser uma síndrome, a pequena Sofia estava portando de alguma doença que só saberiam no nascimento. Chegou o grande dia, e Sofia nasceu. Maria Julia retrata que ficou com ela apenas em alguns segundos e em seguida a pequena já fora levada para UTI neonatal. Sofia sofria de problemas cardíacos e com poucos dias de vida foi submetida a uma cirurgia complicada em seu minúsculo coração, mal sabia ela que essa seria apenas a primeira de muitas lutas para sobreviver. O tempo passou, e Sofia não conseguia respirar sozinha, sempre que tentavam, não obtinham sucesso. Sofia crescia e era forte. Já havia conquistado o amor de todos, e carinhosamente apelidada de Soso. Maria Julia, lutou muito, enfrentou diversas barreiras, hospitais, UTI’s, e um dado dia conseguiu o que todos nós que acompanhamos sua luta queríamos, Sofia poderia enfim ir para casa. Com uma equipe de HomeCare especializada Maria Julia teve em sua casa, em seus braços, sua pequena e tão amada Sofia. E tudo estava indo perfeitamente bem, ate que Sofia começou descompensar, e precisou ser transferida imediatamente para o hospital.
Estou me contendo ao máximo para não entregar aos últimos acontecimentos do livro e dos acontecimentos seguintes. Li o livro por indicação de uma amiga, e não sabia o que estava ali me esperando nas entrelinhas, em cada verso ou final de capitulo, onde eu rezava pela Sofia sem saber o que poderia vir. Maria Julia é uma mãe maravilhosa, guerreira e que sempre soube o que sua amada filha precisava, ela nunca a desamparou e esteve sempre lado a lado da pequena. Não falei muito de sua família na resenha, mas o marido e o filho de Maria Julia, nunca desampararam ambas, sempre estiveram lado a lado. Terminei a obra em lágrimas, e admirando muito TODAS as mães de UTI. Se você já foi ou é uma delas, saiba que estou rezando pelo seu filho, e para que Deus dê forças para vocês não desistirem nunca, e que nada as façam desistir da dádiva de ser mãe. Eu indico muito o livro. 


Você pode se interessar também

1 comentários

  1. Parece ser uma história surreal! Como mãe, sei dos apertos que passamos com nossos pequenos. Desde a gestação, com a ansiedade de saber que seu filho está bem e depois do nascimento.
    Com certeza se eu ler essa história, ficarei bastante emocionada.
    Adorei a resenha! Um beijo

    ResponderExcluir

Siga me os bons!

Me Segue aqui também

@resenhasecafe