Resenha: Meu Deus, mas que cidade linda - Rodolfo Melo

julho 18, 2017


Autor: Rodolfo Melo| Editora: 42|Páginas: 145| Ano: 2017


Sinopse: Meu Deus, mas que cidade linda é um livro que poderia ser descrito como uma coletânea de contos policiais, ou criminais, ou sobre a violência. Mas, é, mas um livro sobre as desigualdades sociais, sobre a ignorância humana, sobre preconceitos. E de forma crítica, muito crítica, até ácida, a cidade é linda. Dependendo dos olhos que a veem. Nascido em Brasília, Rodolfo se tornou escritor assim, como quase todo mundo: escrevendo. Seu segundo livro impresso traz um recorte pontual sobre a realidade brasiliense. A violência, o racismo, os medos. Brasília é linda, viva e urbana. E como toda cidade, guarda em seus becos, suas ruas, suas pessoas, histórias. Aqui você a verá desnuda. Um livro de crônicas ácidas, duras, violentas e verdadeiras, marcadas pela escrita aguda de Rodolfo Melo.

Resenha: Com 19 crônicas de tirar o fôlego e o sono de qualquer pessoa, o livro de crônicas de Rodolfo mostra a realidade que muitas vezes não a enxergamos como ela realmente é. Narrado algumas vezes em primeira pessoa, outras terceira, cada momento em um gênero, as crônicas foram muito bem construídas, coerentes, com a leitura senti que talvez conhecesse cada personagem e sua saúde mental. Sem curativos e sem rodeios as crônicas tratam desde o racismo até o crime mais cruel. Quando comecei a ler as crônicas, senti como se estivesse lendo as crônicas de Drauzio, em Carandiru, e a cada uma que começava a ler, eu já tentava imaginar o que de tão cruel poderia acontecer, por exemplo, em um shopping, ou em um encontro de ex alunos da escola. Todas as crônicas me marcaram muito de certa maneira, mas “Caldeirão do Diabo” me fez ficar com os olhos abertos a noite toda, pensando que isso ocorre todos os dias, apenas não é retratado e que poderia estar acontecendo naquele momento. Eu ainda não havia lido nada sobre o autor, apenas a sinopse do livro havia me deixa animada. Bom, eu não vou falar muito, pois não quero deixar spoilers. Esta sendo difícil pra mim não contar aqui os trecho que me deixaram chocada – vou falar deles nos quotes de Julho. Por isso, leiam! Eu indico muito, para todos. Pois é uma realidade que merece ser lida.


Sobre o autor: O Rodolfo é o novo parceiro aqui do blog. “Nascido em Brasília, onde mora até hoje. É formado em Pedagogia e Matemática. Sim, mostrando que o amor pela escrita não se resume a ciências humanas, somente. Estreou como escritor em 2013, com o livro Contos de Amor e Ódio. De lá pra cá reuniu contos, crônicas e apresenta agora, pela Editora 42, seu novo título: Meu Deus, mas que cidade linda. Além da literatura, Rodolfo escreve sobre música, séries e assuntos variados para sites.” 



Você pode se interessar também

0 comentários

Siga me os bons!

Me Segue aqui também

@resenhasecafe