Lidos em Junho 2017

julho 12, 2017


Oi pessoal!! Hoje quero contar pra vocês sobre os livros que li em Junho. Já dei muitos spoilers e um livro já saiu à resenha essa semana, os outros a resenha esta por vir. Aguardem, eles valem a pena. Estou com a meta de ler quatro livros por mês, e por um fio quase não deu tempo de terminar um, mas deu tudo certo e eu vou mostrar as quatro maravilhas que me encantaram esse mês.



Minha quase ex – Leny Sousa; ResenhaCompre aqui.

Depois de três anos de casamento, o rico e bem sucedido empresário Daniel Cross decide se separar de Melanie Dwitt, uma mulher teimosa, mandona e respondona. Vendo que o casamento ia por água abaixo Daniel quer pôr um fim nele, mas Melanie é contra a separação e, para convencer o marido ela usará as mais belas armas para seduzi-lo, começando por usar fantasias chegando a saltar um muro para pedir desculpas por seus atos. Será que este casamento realmente chegará ao fim? Quem acabará indo atrás de quem nessa história? 

O jogo da verdade - Kézia Martins; ResenhaLeia aqui

Até onde vai uma verdade feita em pedaços? Melissa é uma garota de 17 anos feita de mentiras, ela se muda para outra cidade junto com seu pai e irmão mais novo para esquecer o passado e todo o mal que ele fez. Estava conseguindo tudo isso, já tinha quase um namorado, ótimas amigas, tirava boas notas e fazia parte do time de vôlei da escola. Estava tentando ser uma pessoa melhor, nova, diferente, mas tudo desanda quando Fernando, um velho amigo do seu passado, volta. Depois de quase dez anos sem se verem, ela imagina que agora eles passariam a se tratar como desconhecidos. Ou seria ela que acabou se tornando uma? Sua vida vira de cabeça pra baixo. Fernando fica cada vez mais próximo. Matheus, o cara que pediria ela em namoro estava a traindo. Seu pai parece estar escondendo algum segredo. E ainda tem aqueles sonhos, aquelas perturbações noturnas que insistem dizer como ela era uma garota ruim. Alguém que não merece confiança porque ela mesmo mente todos os dias. O problema é que ela já não sabe se as mentiras são para si ou para as outras pessoas. Agora ela terá que descobrir da pior maneira que nem tudo é o que parece ser.

A garota do calendário: Janeiro – Aundrey Carlan; Compre aqui.

Fenômeno editorial nos Estados Unidos com mais de 3 milhões de cópias vendidas. Mia Saunders precisa de dinheiro. Muito dinheiro. Ela tem um ano para pagar o agiota que está ameaçando a vida de seu pai por causa de uma dívida de jogo. Ela precisa de um milhão de dólares. A missão de Mia é simples: trabalhar como acompanhante de luxo na empresa de sua tia e pagar mensalmente a dívida. Um mês em uma nova cidade com um homem rico, com quem ela não precisa transar se não quiser? Dinheiro fácil. Parte do plano é manter seu coração selado e os olhos na recompensa. Ao menos era assim que deveria ser... Em janeiro, Mia vai conhecer Wes, um roteirista de Malibu que vai deixá-la em êxtase. Com seus olhos verdes e físico de surfista, Wes promete a ela noites de sexo inesquecível — desde que ela não se apaixone por ele.

Garota exemplar – Gillian Flynn; ResenhaCompre aqui.

Desde sua publicação, em 2012, Garota exemplar tornou-se sucesso de público e crítica, alcançando o topo das mais prestigiadas listas de mais vendidos ao redor do mundo e consagrando sua autora, Gillian Flynn, como a mais aclamada escritora de suspense da atualidade. Agora, a trama sobre o casamento que sai tragicamente dos eixos chega aos cinemas, numa superprodução da Twentieth Century Fox dirigida por David Fincher (A rede social e Clube da luta) e estrelada por Ben Affleck e Rosamund Pike. O roteiro é assinado pela própria Gillian Flynn. O livro começa no dia do quinto aniversário de casamento de Nick e Amy Dunne, quando a linda e inteligente esposa de Nick desaparece da casa deles às margens do rio Mississippi. Sinais indicam que se trata de um sequestro violento e Nick rapidamente se torna o principal suspeito. Sob pressão da polícia, da mídia e dos ferozmente amorosos pais de Amy, Nick desfia uma série interminável de mentiras, meias verdades e comportamento inapropriado. Ele é evasivo e amargo — mas seria um assassino? Ao mesmo tempo, passagens do diário de Amy revelam um casamento tumultuado — mas ela estaria contando toda a história? Alternando entre os pontos de vista de Nick e Amy, Flynn cria uma aura de dúvidas em que o cenário muda a cada capítulo. À medida que as revelações surgem, fica claro que, se existe alguma verdade nos discursos de Nick e Amy, ela é mais sombria, distorcida e assustadora do que podemos imaginar. Magistralmente bem construído do início ao fim, Garota exemplar é um daqueles livros impossíveis de largar e sobre o qual se quer debater assim que a leitura termina. 

O que acharam dos livros que li nesse ultimo mês? Me contem aqui nos comentários!!!

Você pode se interessar também

0 comentários

Siga me os bons!

Me Segue aqui também

@resenhasecafe