Grupo de Leitura Semanal - O Morro dos Ventos Uivantes

julho 20, 2017


Temos um novo quadro no blog! Era uma vez quatro amigas – Carol, Leticia, Stéfany e Rafaela - compartilhando de um dos melhores prazeres da vida – a leitura. Resolvemos então, criar um Grupo de Leitura Semanal, onde vamos ler um livro por semana, teremos então além de opiniões diferentes, outra visão. Pois cada uma acaba enxergando de certa maneira. O primeiro livro foi escolhido pela Rafaela. Vamos falar sobre ele? 


Autor: Emily Bronte| Editora: Martin Claret| Páginas: 523| Ano: 2014

Sinopse: “O Morro dos Ventos Uivantes” (1847), obra prima da inglesa Emily Brntë, é um dos grandes clássicos da literatura mundial. Adaptado para o cinema inúmeras vezes, a história do amor intenso e turbulento entre Cathy e Heatchcliff continua a arrebatar os leitores década após década. A narrativa se desenvolve na região inóspita onde se encontra a mansão que dá o nome à obra, e possui traços góticos que aproximarão o leitor moderno. Cathy e Heathcliff desenvolvem, logo que se conhecem, uma afinidade que ultrapassa as convenções sociais, as diferenças de gênero e até a morte.

Resenha: Narrada em primeira pessoa por um observador, a trama se passa entre dois locais e se inicia sob a perspectiva do Sr. Lokwood, um novo inquilino da “Granja dos Tordos” , quando resolveu fazer uma visita ao seu vizinho mais próximo e proprietário da Granja, se vê diante de muitos mistérios da estranha família que encontra na casa do “Morro dos Ventos Uivantes”.  Lockwood tomado pela curiosidade, finalmente encontra alguém que pode contar tudo sobre aquela casa e a família – a governanta Sra. Ellen. Ellen nos conta a historia de um amor que além de intenso é vingativo. Conta que Heathcliff era uma criança pequena quando foi levado para casa pelo Sr. Earnshaw, o pai de Catherine e Hindley. Isso gerou muita raiva e amargura em Hindley, que após a morte do pai, desconta todo seu sofrimento – por longos anos em Heathcliff, tornando a vida do coitado um verdadeiro caos, fazendo o crescer desejando vingança. Bom, Catherine e Heathcliff cresceram inseparáveis, alimentando uma paixão muito intensa. Ainda assim Catherine dizia a criada que apesar do amor Heath não era o suficiente para ela, o erro cometido por Catherine, foi deixar que ele escutasse essa conversa, e assim ele abandona o Morro dos Vento e Catherine. Com o decorrer do tempo, Catherine se casa com Edgar e vai morar na Granja dos Tordos com o marido e Isabella – sua cunhada. Tempos depois temos de volta na trama Heathcliff que retorna amargurado e com o desejo de vingança. Para por em ação sua vingança ele casa-se com Isabella. Catherine, acabou morrendo por algumas complicações em sua gravidez, deixando para a filha – Catherine Linton a vingança herdada, assim ela passa a ser o novo alvo de Heathcliff. Agora, Heathcliff vivia atormentado pelo fantasma de Catherine e sentindo falta de sua amada. 


O livro é complexo, talvez para algumas pessoas seja ate difícil de desvendar os enigmas que ele apresenta. É um romance clássico internacional, que desperta a curiosidade a cada página lida, eu não o recomendaria a qualquer leitor, ele desperta em nós sentimentos que não incluem simpatia pelos personagens, mas a história é um não tão romance perfeito. 


Você pode se interessar também

0 comentários

Siga me os bons!

Me Segue aqui também

@resenhasecafe