☆Recomendo☆

junho 21, 2017

Oi minha gente, vamos de mais um dia de recomendações?


Estou louca para compartilhar com vocês os queridinhos recomendados dessa semana. (vai ter resenha sobre eles sim, daqui uns dias) 
E vocês sabem na minha humilde opinião vocês podem confiar.  


Bora lá.


1 – Quando a noite cai


Briana Pinheiro sabe que não é a pessoa mais sortuda do mundo. Sempre que ela está por perto algo vai mal, especialmente no trabalho. Por isso é tão difícil manter um emprego. E a garota realmente precisa de grana, já que a pensão da família não anda nada bem. Mas esse não é o único motivo pelo qual Briana anda perdendo o sono. Quando a noite cai e o sono vem, ela é transportada para terras distantes: um mundo com espadas, castelos e um guerreiro irlandês que teima em lhe roubar os sonhos... e o coração. Depois de ser demitida — pela terceira vez no mês! —, Briana reúne coragem e esperanças e sai em busca de um novo trabalho. É quando Gael O’Connor cruza seu caminho. O irlandês de olhar misterioso e poucas palavras lhe oferece uma vaga em uma de suas empresas. Só tem um probleminha: seu novo chefe é exatamente igual ao guerreiro dos seus sonhos. Enquanto tenta manter a má sorte longe do escritório, Briana acaba por misturar realidade e fantasia e se apaixona pelo belo, irresistível e enigmático Gael. Em uma viagem à Irlanda, a paixão explode e, com ela, o mundo de Briana, pois a garota vai descobrir que seu conto de fadas está em risco — e que talvez nem mesmo o amor verdadeiro seja capaz de triunfar...



2 - Prisioneiras

O trabalho de Drauzio Varella como médico voluntário em penitenciárias começou em 1989, na extinta Casa de Detenção de São Paulo, o Carandiru. Os anos de clínica e as histórias dos presos, dos funcionários e da própria cadeia seriam retratados nos aclamados livros Estação Carandiru (1999) e Carcereiros (2014). Em 2017, Drauzio encerra sua trilogia literária sobre o sistema carcerário brasileiro com Prisioneiras. Alçando as mulheres encarceradas a protagonistas, o médico rememora os últimos onze anos de atendimento na Penitenciária Feminina da Capital, que abriga mais de duas mil detentas. São histórias de mulheres que não raro entram para o crime por conta de seus parceiros — inclusive tentando levar drogas aos companheiros nas penitenciárias masculinas em dias de visita —, porém que são esquecidas quando estão atrás das grades. As famílias conseguem tolerar um encarcerado, mas não uma mãe, irmã, filha ou esposa na cadeia. No ambiente carcerário feminino, há elementos comuns às penitenciárias masculinas. Assim como no Carandiru, um código de leis não escrito rege as prisioneiras; o Primeiro Comando da Capital (PCC) está presente e mostra sua força através das mulheres que integram a facção; e a relação entre aquelas que habitam as cadeias não é menos complexa. As casas de detenção femininas, no entanto, guardam suas particularidades — diferenças às quais o médico paulistano dedica atenção especial em sua narrativa. Desde a dinâmica dos atendimentos e a escassez de visitas até os relacionamentos entre as presas, fica nítido que a realidade das prisões escapa ao imaginário de quem vive fora delas. Prisioneiras é um relato franco, sem julgamentos morais, que não perde o senso crítico em relação às mazelas da sociedade brasileira. Nesse encerramento de ciclo, Drauzio Varella reafirma seu talento de escritor do cotidiano, retratando sua experiência e a vida dessas mulheres com a mesma disposição, coragem e sensibilidade que empreendeu ao iniciar seu trabalho nas prisões há quase três décadas. 


3 – A conquista.


De todos os jogadores do time de Hóquei da universidade de Briar, John Tucker se destaca por ser o mais sensato, gentil e amável. Diferente de seus amigos mulherengos, ele sonha mesmo é com uma vida tranquila: esposa, filhos e, quem sabe um dia, abrir um negócio próprio. Mas nem mesmo o cara mais calmo do mundo estaria preparado para o turbilhão de emoções que ele está prestes a enfrentar. Sabrina James é a pessoa mais ambiciosa, dedicada e batalhadora do campus. Seu jeito sério e objetivo é interpretado por muitos como frieza, mas ela não está nem aí para sua fama de antipática. Tudo o que ela quer é passar em Harvard, tirar ótimas notas e conquistar a tão sonhada carreira como advogada. Só assim ela conseguirá escapar de seu passado difícil e de sua família terrível. Um acontecimento inesperado vai desses jovens de cabeça para baixo. Tucker e Sabrina vão precisar se unir e rever seus planos para o futuro. Juntos, eles aprenderão que a vida é cheia de surpresas, e que o amor é a maior conquista de todas.


Me contem aqui nos comentários se vocês ja leram ou se algum deles já se encontra na sua listinha de compras. 

Você pode se interessar também

7 comentários

  1. Ola :)
    Eu quero muito ler quando a noite cai, porque sou apaixonada na Carina! E esse ' a conquista ' tambem me interessa, ja li o primeiro da série rs Amei seu post!
    Beijos, Yasmim.

    Blog: http://literarte.blog.br

    ResponderExcluir
  2. Com certeza, Quando a noite cai é um livro que merece ser lido, já li tudo da Carina e esse ganhou a colocação de melhor livro dela...! Prisioneiras eu não conhecia e a série Amores Improváveis está na minha lista de leituras futuras!!

    ResponderExcluir
  3. Estou lendo Quando a Noite Cai e gostando bastante. Também já li A Conquista e foi uma leitura que me agradou!
    Beijos
    Mari
    Pequenos Retalhos

    ResponderExcluir
  4. Olá! Tudo bom?
    Estou louca para ler o da Carina Rissi - Quando a noite cai, gosto muito da autora, e já li várias críticas positivas á respeito dessa nova obra dela.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Tenho interesse em ler algo da Carina mas ainda não fiz por falta de tempo. Todos comentam muito bem dela e fico sempre por fora. Admiro por demais o dr. Drauzio e seria otimo pra ler também. Ótimas dicas.

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Já garanti meu exemplar de Quando a noite cai. Quanto aos demais livros, confesso que não me interessei. Deixo a dica passar dessa vez. Aguardo suas resenhas.

    Beijo

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Estou doida para ler o livro da Carina Rissi e A Conquista. Estão na minha lista de mais desejados.
    Adorei as dicas.
    Beijinhos!

    ResponderExcluir

Siga me os bons!

Me Segue aqui também

@resenhasecafe