A Seleção

junho 13, 2017



Autora: Kiera Cass| Editora: Seguinte| Gênero: Romance| Páginas: 327| Ano: 2012

O mais lindo dessa saga? Lembrou-me cinderella <33.


Narrado em primeira pessoa, do ponto de vista de America. Tudo acontece em um novo país chamado Iléia (que ficaria no futuro onde é o EUA).

O país Iléia é dividido em níveis que vão de 1 a 8. Sendo 1 a família real e 8 os pobres, mendigos, que não tem nada. América vive uma realidade onde as pessoas passam fome diariamente e alguns até morrem por isso.

Ela é apaixonada por um jovem chamado Aspen, trabalhador, ainda mais pobre que ela. America sabe que será preciso muito mais que amor para que o relacionamento deles vá além de encontros na casa da árvore e um beijo roubado. Além de ter que lidar com a difícil tarefa de manter seu namoro em segredo da mãe. Nesse lance proibido, ela passa tempos e tempos, fazendo planos para o futuro dos dois.

America nunca entendeu porque entre cinco filhas, ela era a mais cobrada. Se já era difícil lidar com sua mãe, ficou ainda pior quando recebeu uma carta que a convidava para participar da Seleção, uma competição entre 35 garotas que tentam ganhar o coração do príncipe Maxon, pois sua mãe passou a inferniza-la.

Ela renega de todos os jeitos possíveis, pois não quer de jeito nenhum participar da tal Seleção. Certa de que não teria nenhuma chance ela resolve fazer a vontade da mãe e realiza sua inscrição. Imaginem a surpresa quando dias depois o seu nome é anunciado como uma das selecionadas.

Ela não tem outra escolha, quando ela é a garota escolhida em seu distrito, sua única opção é ir ate o castelo onde o príncipe aguardaria suas candidatas.  Seu mundo que antes se resumia a música e a Aspen, agora ela terá que enfrentar a realidade e encarar a disputa que não é somente pelo coração do príncipe, mas também pela coroa.

Maxon, sempre sentiu o peso que seu título como príncipe trazia, todos achavam que ele levava uma vida fácil, e sempre era julgado mal, porém poucos sabiam que ele não tinha liberdade de realizar nem suas próprias escolhas.

Talvez, a Seleção seria sua única chance de fazer uma escolha, e encontrar alguém com que pudesse ter um relacionamento verdadeiro (pelo menos seu casamento não seria para fazer uma aliança política como alguns outros herdeiros).

Quando ele conhece as 35 garotas que disputariam, sua rotina torna se cheia e conturbada. São tantas mulheres querendo lhe chamar a atenção que ele não consegue identificar as verdadeiras intenções de cada uma delas, porém ao conhecer America, ele reconhece a sinceridade.

A seleção é um livro que eu demorei muito para encerrar. Li algumas resenhas que não me agradaram, mas quando resolvi mergulhar nessa saga, percebi que só havia perdido tempo não lendo antes. Tudo me chamou a atenção, a história, o enredo, todos os cativantes personagens. Sem contar a escrita e a capa do livro. Eu realmente indico essa saga. Espero que vocês gostem tanto quanto eu, e me digam aqui nos comentários qual foi a opinião de vocês!




Você pode se interessar também

0 comentários

Siga me os bons!

Me Segue aqui também

@resenhasecafe